28 de novembro de 2018

Como conseguir o seu “lugar ao sol” no mercado de coaching?

A evolução do mercado de coaching no Brasil e no mundo é comprovada pelos números expressivos que já contabiliza. Em 2017, a International Coach Federation (ICF) divulgou que já são mais de 50 mil profissionais no mundo, movimentando mais de US$ 2 bilhões. No Brasil, o crescimento foi de mais de 300% nos últimos quatro anos e na América Latina como um todo, quatro mil especialistas exercem a atividade. E diante dessa prosperidade do setor, a preocupação de conseguir “um lugar ao sol” e se destacar como um Coach de valor é constante. Mas, por onde começar?

Primeiro é preciso pensar fora da caixa. Claro, que você pode e deve investir em programas tradicionais, como o Coaching Executivo e em grupo. Contudo, esse é um “mar sangrento” e buscar outros nichos, como coach de noivas milionárias ou atuar junto a públicos bem específicos como “aposentados que querem abrir um negócio” pode ser uma alternativa inteligente. Para ganhar força e notoriedade junto a esses potenciais clientes ainda há uma alternativa: se associar a outros coaches.

Um exemplo desse tipo de iniciativa é o Grupo Nikaia, formado por 10 coaches oriundas de carreiras executivas que trabalham em diversos segmentos e que tem como objetivo fomentar a presença feminina na cúpula das empresas. Um dos seus diferenciais é que o grupo não promove um curso puro e simples, como geralmente vemos no mercado, mais sim um projeto que une treinamento, coaching, active learning e outras metodologias. O processo se inicia com dois dias de trabalho em grupo que, sem perder de vista a abordagem individual e personalizada, ajuda cada participante a encontrar sua solução particular usando suas próprias habilidades e potencializado pela sinergia com o grupo. Cada mulher possui talentos diferentes o que não impede que uma possa ganhar com a solução da outra. As coaches perceberam a demanda de mercado e criando um grupo tem muito maior chance de sucesso do que sozinhas.

Aliado a busca de novos espaços de atuação, é importante também você investir na sua imagem profissional e em ferramentas que lhe tragam não só notoriedade como também credibilidade. Para isso, investir na produção de livros e e-books da área é um excelente caminho. Compartilhar conhecimento, contando, por exemplo, experiências ou até mesmo um conceito novo que queira implementar em palestras, cursos ou na prática do dia a dia, entre outras iniciativas, geralmente é bem recebido pelo mercado quando são bem fundamentados, dando-lhe visibilidade e, de acordo com a qualidade do conteúdo, abrindo portas e até oportunidades de parcerias.

Afinal, “quem não é visto, não é lembrado”. Essa máxima está bem atual para o nosso setor de coaching que vive numa rota crescente e, cada vez mais, é disputado por profissionais sérios, embora, infelizmente, também haja os aventureiros. Mas, lembre-se: só os melhores vencem.

Dessa forma, é imprescindível investir na qualidade, na capacitação profissional, no aprimoramento da prática e nas formas éticas não só de atuação, mas também de posicionamento diante do mercado. Como o aumento significativo de profissionais interessados em se tornar coach, mais do que nunca é preciso ter cautela para não ser mais um no meio da multidão. Pelo contrário, para conseguir um lugar ao sol, o que o credenciará será sua postura e o conjunto de iniciativas que, certamente, são identificadas como essenciais para um coach que pode fazer a diferença na vida do seu coachee.

CEO da ProFitCoach, Master Coach Certified pela ICF e Sócia-fundadora do Grupo Nikaia

Eliana Dutra, MCC

CEO da ProFitCoach