7 de outubro de 2020

10 insights e 10 dicas para Coaches, colhidas em mais de 10.000 horas de Coaching

Publicado por Jean-François Cousin – 9 de Novembro de 2018 |

Traduzido por Wilson Gambirazi, ACC – Revisado por Liane Lanzoni

Ao celebrar minha conclusão de 10.000 horas de Coaching, sou muito grato às pessoas a quem tive o privilégio de servir – eles me ensinaram mais do que eu poderia imaginar, e especialmente sobre como ser um Coach melhor para eles!

Sou grato também aos inúmeros erros que estou cometendo todos os dias como Coach, pois eles são grandes professores também! E eles me lembram que há muito mais a aprender e melhorar minha prática de coaching.

Posso compartilhar com vocês 10 insights que aprendi com meus queridos Clientes e meus queridos erros, além de 10 dicas para novos Coaches?

– 10 insights –

Insight #1 – Coaching é um ato de amor incondicional

Escolha amar a grandeza interior do seu Cliente… e ele vai emergir! Em outras palavras, quando você espera o melhor de seus clientes, eles trazem.

Insight #2 – A definição de Coaching pela International Coach Federation é clara:

“O coaching é uma parceria com os clientes em um processo instigante e criativo que os inspira a maximizar seu potencial pessoal e profissional. Coaches honram o outro como criativo, engenhoso e completo.”

Insight #3 – Seja autêntico, humilde e vulnerável.

Isso dá permissão para seus Clientes serem os mesmos, e então um grande trabalho de coaching pode ter início!

Insight #4 – Vá fundo mais cedo.

Esteja pronto a explorar em profundidade o que está por trás do problema que o Cliente traz para a sessão.

Insight #5 – Dance com seu Cliente.

Convide seu Cliente para fazer parceria com você na co-criação dos próximos passos da sessão. Pergunte a ele/a “qual é a melhor próxima pergunta a ser ponderada?”

Insight #6 – O silêncio é de ouro.

Deixe o silêncio fazer o trabalho pesado; deixe seus olhos fazerem as perguntas – eles não vão ‘poluir’ o pensamento do seu Cliente com palavras alheias.

Insight #7 – Dê um passo atrás suficientemente.

Observe os padrões de pensamento e comportamento do seu Cliente; peça permissão para compartilhá-los no feedback a seu Cliente 😊

Insight #8 – Faça do seu Cliente seu professor…

… e seja apenas um ‘aluno’ curioso e exigente. Um bom coaching se desenrola quando o Coach convida o cliente a ‘ensinar’ a solução para o problema que está sendo explorado.

Insight #9 – Sua intenção importa muito mais do que suas perguntas.

Enquanto sua intenção for de ajudar e provocar seu Cliente, ele/a fará um ótimo trabalho!

Insight # 10 – Quanto menos você ‘trabalha’ em uma sessão, mais seu Cliente o fará, e é isso que importa…

… porque é o seu Cliente que pode – e deve – fazer o melhor trabalho!

10 dicas para novos Coaches

Tip #1 – Ajude seu Cliente a estar totalmente presente.

No início da sessão, ofereça a ele/a a chance de relaxar e limpar sua mente para que ele/a possa se concentrar no trabalho.

Dica #2 – ‘Contrate’ em profundidade.

O que os clientes desejam explorar – no início de uma sessão – geralmente é a ponta do iceberg. Aprofunde-se e pergunte a eles “como isso é importante para você?” ou “o que poderia ser isso, em um nível mais profundo?” Certifique-se de que sua contratação produz um objetivo viável de valor real para o seu Cliente.

Dica #3 – Não se preocupe se você não entende completamente o seu Cliente, ninguém o faz.

Criar valor para o seu Cliente é uma responsabilidade compartilhada.

Dica #4 – Certifique-se de que você nunca está no caminho do pensamento do seu Cliente.

Lembre-se sempre da postura ICF: “Coaches honram o outro como criativo, engenhoso e completo.”

Dica #5 – Deixe o silêncio fazer o trabalho pesado para você!

Quanto mais você fala, maior o risco de poluir o trabalho. Coaches ‘iniciantes’ tendem a falar 10 vezes mais. Deixe de lado suas inseguranças para que você possa ouvir holisticamente.

Dica #6 – Deixe a conversa inspirar sua próxima pergunta ‘naturalmente’

Não elabore antecipadamente suas perguntas, apenas dê-lhes tempo para vir à sua mente. Confie em sua intuição.

Dica #7 – Seja humilde.

Diga ‘eu não sei’ quando você não sabe. Diga “estou perdido” quando você estiver perdido. Diga “Eu não sei qual pergunta fazer” quando você não sabe. Não se preocupe quando suas perguntas não funcionarem, ria delas com seu Cliente 😉 e depois pergunte a ele/a “qual é a melhor próxima pergunta para lhe fazer?”

Dica #8 – Faça uma verificação no meio do caminho.

Ao longo da sua sessão, pergunte ao seu Cliente ‘onde ele/a está em relação ao seu objetivo’, ‘o que ele/a aprendeu até agora’, e “qual será o melhor uso do tempo restante”. Se o Cliente não encontrou valor na primeira metade da sessão, não é bom saber e recontratar para uma ótima segunda metade?

Dica #9 – Conclua positivamente.

Por exemplo, pergunte ao seu Cliente ‘que valor recebeu da sessão’, ‘o que aprendeu em um nível mais profundo – especialmente sobre si mesmo -‘, ‘como você poderia servi-lo melhor da próxima vez’, informe ‘o que você aprendeu com ele/a’, e finalmente, ‘como ele/a inspirou você’.

Dica # 10 – Bom coaching aumenta sua energia.

Se você estiver cansado após uma sessão de coaching, discuta com seu mentor; provavelmente significa que algo ainda não é ideal na maneira como você e seu cliente trabalham juntos.

Qual é o principal insight que você pode aproveitar hoje para alavancar ainda mais o seu sucesso como Coach?

Estou curioso para saber quais desses “sábios insights” vão ressoar mais com você, e quais você poderia adicionar à lista. Você é muito bem-vindo para compartilhar! 😊

As visões e opiniões expressas nas postagens dos visitantes apresentadas neste blog são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente as opiniões e visões da International Coach Federation (ICF). A publicação de uma postagem de convidado no blog da ICF não equivale a um endosso ou garantia da ICF dos produtos ou serviços fornecidos pelo autor.